Oficial de Gestão de Ciclo de Projeto (Project Cycle Management) e MEAL (Monitoramento & Avaliação)

European Committee for Agricultural Training

Título da posição: Oficial de Gestão de Ciclo de Projeto e MEAL (PCM & MEAL Officer)

Local de trabalho: Pemba, Cabo Delgado; com missões frequentes em Metuge, Mecufi e Chiure

Tipo de Contrato: Contrato a prazo certo, um ano com possibilidade de extensão

Estimated Start Date: Maio 2024

***Apenas para cidadãos moçambicanos

A Organização

A CEFA (Comitê Europeu para Formação e Agricultura) é uma Organização Não Governamental italiana estabelecida em 1972 e ativa em 10 países da África, América Latina e Europa Oriental. As intervenções de médio e longo prazo da CEFA nos setores agrícola, ambiental e de Direitos Humanos são focadas no desenvolvimento sustentável das comunidades, alcançado através do envolvimento de parceiros locais e promoção da participação ativa dos beneficiários.

Resumo do Projeto

O CEFA coordena a implementação do projeto Kujenga Amani. Construindo a Paz na Costa Swahili, co-financiado pela União Europeia, e realizado nas áreas costeiras e fronteiriças do Quênia, Tanzânia e Moçambique. No Moçambique, as áreas de implementação serão os distritos de Pemba, Metuge, Mecufi e Chiure. O objetivo geral da ação é capacitar e mobilizar jovens mulheres e homens na área costeira do Quênia, Moçambique e Tanzânia como atores principais nos processos de construção de paz e diálogo. Os objetivos específicos são: a) fortalecer a resiliência das comunidades da costa Swahili para prevenir e combater a violência e o conflito através da disseminação de narrativas positivas e oportunidades de diálogo e troca; e b) promover a liderança, agência e inclusão sociopolítica de jovens homens e mulheres nas regiões da costa Swahili, como agentes de mudança na promoção de processos de construção de paz e prevenção de violência baseada em identidade.

Objetivos e Responsabilidades Gerais:

Sob a supervisão do Gestor de Projeto e em colaboração com o Coordenador Local, o Oficial de PCM irá a) cuidar da organização e implementação de sessões de capacitação para OSCs locais com o objetivo de fortalecer suas capacidades operacionais e técnicas, e b) realizar as atividades de monitoramento necessárias, fornecendo assistência técnica essencial as OSCs subvencionadas ao longo da implementação de projetos de pequena escala.

Espera-se que o Oficial de PCM assegure a conformidade e cumpra todas as regulamentações do Doador e as políticas e procedimentos internos da CEFA.

A sede principal de trabalho será em Pemba, com missões frequentes nos distritos alvo do projeto (Metuge, Mecufi e Chiure).

Tarefas principais:

Supervisão dos processos de MEAL do projeto Kujenga Amani

  • Contribui para o design de análises de projeto, estudos de base, intermediários e finais.
  • Desenvolve e revisa o plano MEAL, ferramentas de coleta de dados, ferramentas de monitoramento, aprendizagem e avaliação (incluindo questionários, formatos de relatório e modelos).
  • Lidera a coleta de dados, análise e relatórios periódicos de acordo com o Quadro Logico.
  • Realiza análises de Lições Aprendidas para melhoria contínua, organiza o monitoramento rotineiro do projeto e implementa processos de controle de qualidade de dados.
  • Orienta os parceiros do projeto e equipes de programa com base nos resultados do monitoramento.
  • Documenta estudos de caso e histórias de sucesso para os componentes do projeto.

Fortalecimento das Capacidades de OSCs

  • É responsável pelo desenvolvimento dos módulos a serem utilizados durante o programa de capacitação para as OSCs selecionadas, com o objetivo de melhorar suas capacidades técnicas, operacionais e de implementação (cobrindo governança interna, padrões de transparência/ responsabilidade, gestão de Ciclo de Projeto baseado em resultados, MEAL, design de propostas e mobilização de recursos…)
  • É responsável pela organização e facilitação do componente de fortalecimento da capacidade das OSCs, tanto por meio de sessões de treinamento quanto pela prestação contínua de assistência técnica aos subconcessionários;
  • Realiza missões frequentes de monitoramento para identificar qualquer desafio e necessidade de assistência, e para fornecer serviços de acompanhamento e assistência técnica aos beneficiários em questões de gestão do ciclo do projeto (incluindo assistencia individualizada, sessões de suporte técnico e de gestao de subvençoes, monitoramento de atividades de campo);
  • Contribui para a revisão e melhoria das políticas, estruturas e procedimentos das OSCs com foco em inovação para eficiência, eficácia e gestão de riscos.

Supervisão e Monitoramento de Projetos de Pequena Escala

  • Em coordenação com o Coordenador Local e o Gestor do Projeto, desenvolve um Concurso restrito para apresentaçao de propostas e participa ativamente na seleção das OSCs a serem subvencionadas.
  • Contribui para o desenvolvimento e adaptação contínua de ferramentas de MEAL e Responsabilidade e Aprendizado para monitoramento e avaliação de projetos de pequena escala;
  • É responsável pela supervisão geral do desenvolvimento, implementação e avaliação dos projetos de pequena escala implementados pelas OSCs subvencionadas sob o projeto Kujenga Amani; monitora e analisa o desenvolvimento e implementação de programas/projetos.
  • Revisa documentos relevantes e relatórios dos projetos de pequena escala no âmbito do programa Kujenga Amani; identifica problemas e questões a serem abordados e propõe ações corretivas; coordena com as partes relevantes; identifica e acompanha as ações de acompanhamento.
  • Contribui para o desenvolvimento de políticas, o que envolve revisão e análise de questões e tendências, preparação de avaliação de impacto ou estudos similares, entre outras atividades.
  • Prepara vários resultados escritos dos projetos de pequena escala, como rascunhos de documentos de referência, análises, seções de relatórios e estudos, contribuições para publicações, etc.
  • Realiza outras tarefas relacionadas conforme necessário.

Qualificações, Habilidades e Experiência

Requisitos Obrigatórios

  • Ser cidadão moçambicano
  • Experiência de trabalho anterior (pelo menos 4 anos) em uma posição similar com organizações locais/internacionais, governo e setor humanitário;
  • Experiência anterior em coordenação de subvençoes de projetos de pequena escala;
  • Experiência anterior na prestação de assistência técnica e treinamento;
  • Experiência prévia no reforço das habilidades/capacidades dos beneficiários de projetos de pequena escala no ambito da construção da paz;
  • Excelentes habilidades de comunicação e facilitação de grupos;
  • Licenciatura em gestão de projetos, desenvolvimento comunitário, economia, ciências sociais ou áreas afins;
  • Excelentes habilidades de comunicação (escrita e oral) e habilidades de relatório em Portugues;
  • Excelentes habilidades em informática, MS Office, gerenciamento de social mídia;
  • Habilidades de liderança, habilidades de networking, capacidade de relacionamento com governo, autoridades locais, setor privado, doadores e sociedade civil;
  • Habilidades organizacionais e capacidade de gerenciar efetivamente múltiplas tarefas;
  • Capacidade de gerenciar e monitorar orçamentos complexos;
  • Habilidades em MEAL, relatórios, gestão de projetos baseada em resultados;
  • Adesão e demonstração dos valores das ONGs, incluindo integridade, honestidade, profissionalismo, transparência, não discriminação, inclusão e respeito à diversidade, bem como sensibilidade cultural, de gênero, religiosa, racial, nacionalidade e idade.

Requisitos Preferenciais

  • Experiência em construção da paz, prevenção de violência baseada em identidade, direitos humanos, mentoria, fortalecimento de capacidades e concessão de subvenções a OSCs/ONGs;
  • Experiência anterior nas áreas-alvo e com os grupos-alvo;
  • Habilidades de comunicação (escrita e oral) e habilidades de relatório em Ingles;

How to apply

As pessoas interessadas e qualificadas, com a experiência necessária, são convidadas a enviar suas candidaturas eletronicamente para [email protected] ou entregar a mão no seguinte endereço: Avenida Marginal Wimbi, Bairro Eduardo Mondlane, Rua 5 (atras do Peter’s Place, dentro do compound WeWorld – CEFA). As candidaturas devem ser submetidas até o dia 15/04/2024.

Colocar em Objeto da email: Project Cycle Manager – Kujenga Amani

A candidatura deve incluir todos os seguintes documentos:

  • CV, incluindo 3 contactos de referência (só emails institucionais), pelo menos um dos seus últimos trabalhos
  • Carta de apresentação

Note-se que só os candidatos pré-seleccionados serão contactados.


Deadline: 15 Apr 2024